terça-feira, 18 de março de 2014

Prefeitura de Belterra abre concurso para 347 vagas

 A Prefeita Municipal de Belterra, no uso de suas atribuições, torna pública a realização de Concurso Público destinado ao preenchimento de vagas na Zona Urbana e Zona Rural para o quadro de pessoal efetivo de nível superior, nível médio e nível fundamental completo, mediante as condições estabelecidas no Edital de Abertura.
 
O Concurso realizará inscrições na modalidade presencial no Município de Belterra, estado do Pará, e na modalidade Internet (online), obedecidas à data, horários e locais estabelecidos neste Edital.

Os cargos ofertados, o número de vagas, nível de escolaridade exigido para investidura no cargo, vencimentos básicos e lotação, constam do anexo I do Edital de Abertura.

A seleção para os cargos de que trata este Edital compreenderá as seguintes fases:
a) exames de conhecimentos, mediante aplicação de provas objetivas para todos os cargos e prova de redação somente para os cargos de nível médio e nível superior, ambos de caráter eliminatório e classificatório, a serem aplicadas no Município de Belterra-PA;
b) Avaliação de títulos, de caráter classificatório, exclusiva aos cargos de professores..

As Pessoas com Deficiências (PcD), aqueles que se enquadram nas categorias discriminadas no artigo 4.º do Decreto Federal n.º 3.298/99, alterado pelo Decreto Federal n.º 5.296/2004, têm assegurado o direito de inscrição no presente concurso público, desde que a deficiência seja compatível com as atribuições do cargo em provimento para o qual o candidato concorre.. Aos candidatos que concorrem na condição de PcD será reservado o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas ofertadas no edital do concurso e o mesmo percentual das vagas efetivas que vierem a surgir no prazo de validade do concurso, quando couber. O primeiro candidato que concorreu na condição de PcD, classificado no concurso público, será nomeado para ocupar a quinta vaga ofertada em cada cargo/lotação, conformo anexo I deste Edital, e as que vierem a ser criadas durante o prazo de validade do concurso, para o cargo ao qual concorreu, enquanto os demais serão nomeados a cada intervalo de 20 (vinte) cargos providos a partir da vigésima primeira (21, 41, 61, ...).

O valor da taxa de inscrição será conforme abaixo:
- R$ 45,00 para os cargos cuja escolaridade exigida seja o nível fundamental completo;
- R$ 50,00 para os cargos cuja escolaridade exigida seja o nível médio;
- R$ 60,00 para os cargos cuja escolaridade exigida seja o nível superior;

DA INSCRIÇÃO NA MODALIDADE PRESENCIAL
O candidato, que escolher a Modalidade Presencial de Inscrição, após o pagamento da taxa de inscrição, na casa lotérica de Belterra-PA, deverá dirigir-se no período, hora e local citados abaixo, para retirar e devolver o formulário de inscrição, devidamente preenchido, juntamente com a cópia do documento de identidade e o boleto de pagamento da inscrição, quando receberá o comprovante de entrega do formulário de inscrição no concurso.
  • Período: 31/03/2014 a 04/04/2014
  • Horário: 8 às 17h (horário local).
  • Local: Prefeitura Municipal de Belterra-PA.
DA INSCRIÇÃO NA MODALIDADE INTERNET (ONLINE)
Será admitida a inscrição Online (via Internet) no endereço eletrônico http://www.fadesp.org.br, solicitada no período entre 16h do dia 14/03/2014 até 23h59 do dia 14/04/2014. O pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário deverá ser efetuado até o dia 15/04/2014, dentro do horário bancário da cidade em que o candidato está se inscrevendo. Após o pagamento da inscrição, a sua confirmação, com a disponibilização do cartão de inscrição com a lotação do candidato no local em que realizará a prova objetiva, estará disponível no site da Fadesp, no endereço eletrônico www.fadesp.org.br, no período de 17 a 21 de abril de 2014.

As provas objetivas terão a duração de 04 horas e serão aplicadas na data prevista de 27 de abril de 2014, no turno da manhã, das 8 às 12h (horário local), para todos os Cargos de Nível Fundamental Médio e nível Superior, e, no turno da tarde, das 14h30 às 18h30 (horário local), para os Cargos de Nível Fundamental Completo. Desta forma o candidato poderá se inscrever, separadamente, e realizar as provas objetivas nos dois períodos, para cargos de nível de escolaridade em horários de provas diferentes.

Leia o edital e faça a sua inscrição aqui: http://concursos.fadesp.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=180%3Apmb2014

quinta-feira, 13 de março de 2014

Centro de referência apoia mulheres vítimas de violência em Belterra

Após anos de luta as mulheres de Belterra, conseguiram um centro de apoio para mulheres vítimas de violência doméstica. O Centro de Referência da Mulher abriu as portas em março de 2013 e atende, em média, 50 mulheres por mês, oferecendo assistência jurídica, psicológica, social e de saúde preventiva da mulher. Na semana passada, no dia Internacional da Mulher, foi comemorado seu primeiro ano de funcionamento.
Maria Ivanilda (Neguinha)
Maria Ivanilda Lira de Sousa (Neguinha), de 41 anos, é líder comunitária no movimento de mulheres local e trabalhou junto com o governo para a abertura do centro:
A maioria das mulheres aqui ainda não conhece a Lei Maria da Penha e muitas das que sabem têm medo de usá-la. Construir o centro foi um processo muito longo: nós passamos oito anos lutando por isso. Por fim, o governo local concordou em abrir o centro. A ActionAid e a FASE nos ajudaram muito - eles se reuniram com líderes comunitários , ouviram a população e apoiaram nas negociações com o governo local para exigir as instalações. O centro é financiado pelo governo para que as mulheres não paguem por qualquer dos serviços oferecidos. Lá as mulheres têm a oportunidade de falar abertamente e expressar o que estão sentindo e sofrendo sem medo. As mulheres vêm aqui porque sabem que vão ter toda atenção.  
Josiane Lopes, 35 anos, mora em Belterra  com seus cinco filhos e começou a frequentar o centro:
A maior dificuldade das mulheres em Belterra é o medo de falar sobre a violência que elas estão sofrendo. Busquei ajuda no centro quando eu queria divorciar meu marido, que era violento comigo. Eles me deram um aconselhamento jurídico e apoio psicológico, e me incentivaram a mudar a minha vida. Agora, eu não ficaria em silêncio se um homem tentasse me bater de novo. Antes do centro ser aberto tínhamos que ir para Santarém, a 40 km de distância, para ter assistência. Como muitas mulheres não podiam ir tão longe, elas sofriam em silêncio. Hoje eu posso chegar ao novo centro em quatro minutos.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Meu primeiro mês no curso de Pedagogia

Naquele 12 de fevereiro de 2014 eu chegava à Universidade Paulista (UNIP) para iniciar uma nova faculdade. É que acabara de passar no processo seletivo do Programa Universidade Para Todos (PROUNI) do Governo Federal. 

Estudar pedagogia não era a minha primeira opção, porém, após anos tentando jornalismo, não me restava mais tantas opções. De certa forma, o preconceito ainda imperava na minha cabeça. Sabes aqueles chavões que a gente ouve a vida inteira a cerca da educação?

Todavia, após este primeiro mês de curso, tenho mudado meus pensamentos sobre a escola e a prática pedagógica. Aprendi que não podemos julgar uma coisa sem procurar entender a sua construção, ou seja, o que a tornou como vemos hoje. Tenho tido grande oportunidade de conhecer um pouco mais da pedagogia nas aulas de História da educação, Filosofia da educação, Psicologia do Desenvolvimento e Educação ambiental.

Ainda estou deveras preocupada com a questão do estudo à distância. Me incomoda a forma como a UNIP trata seus alunos, porém, a cada dia tento compreender a proposta educacional. Morar em Belterra e estudar em Santarém também é complicado.

Espero que os próximos três anos sejam de muito aprendizado e que eu possa me tornar uma profissional apaixonada pela pedagogia.

Momento da poesia

As sem-razões do amor
Carlos Drummond de Andrade

Eu te amo porque te amo,
Não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

UNIPOP abre vagas para curso destinado à jovens e adolescentes

Estão abertas as inscrições para o curso de formação socioprofissional e empreendedorismo destinado à adolescentes e jovens de Santarém, Belém, Marabá e Cotijuba. Os interessados devem procurar um dos locais que sediam o UNIPOP no período de 10 a 20 de março das 14h às 20h.

O curso foi possível através do Projeto Amazônia: Juventude Urbana fazendo sua opção pela vida. O objetivo é contribuir para o empoderamento da juventude amazônica, fortalecendo e ampliando ações individuais e coletivas pela promoção e garantia de seus direitos.

Em Santarém, o endereço da UNIPOP é  na Tv. Francisco Correa, 200, Apto 101, entre Floriano Peixoto e Galdino Veloso, no bairro Centro e o contato é (93) 3524-6767.

Personalidade do dia




Gliciane Evaristo (foto), 26 anos, mora na comunidade Corpus Chisti, Km 135 da BR 163, Distrito de Galileia no município. É pedagoga, tendo atuado como professora, diretora e coordenadora pedagógica da escola de sua comunidade. 

A jovem vereadora tem atuação na Igreja Católica e atualmente é vice coordenadora da Miniárea 4 que atinge 18 comunidades do 124 ao km 140. Ela participa do Grupo Jovens Unidos em Cristo (JUC) e representou Belterra na Jornada Mundial da Juventude – JMJ realizada no ano passada no Rio de Janeiro. 

Gliciane é filiada do PT desde outubro de 2011 sendo eleita vereadora com 285 votos. Ela lidera o mandato “Força da Juventude com o Povo” desde junho de 2013 e tornou-se uma voz atuante em defesa dos moradores da BR 163 na Câmara Municipal. 

Gliciane é presidente da Comissão de Educação e Cultura. Destacamos suas principais ações e projeto de lei apresentados na Câmara:

- Levantamento das famílias ainda não contempladas com o Programa Luz Para Todos no Km 135 e Km 140, além de participar de reuniões na CELPA pedindo agilidade na conclusão do projeto.

- Luta pela recuperação dos ramais, principalmente do Km, 124, Km 130, Km 135 e Km 140.

- Participou da coordenação do campeonato da BR realizado pelas próprias comunidades do Distrito Galileia que abrange do km 124 ao km 135.

- Luta pela implantação da telefonia móvel no Distrito Galileia tendo reunido com a empresa Oi;

- Luta pela construção do Posto de Saúde da Família no Distrito de Galileia;

- Acompanha a adesão da ASAMPRU no projeto de construção de casas populares no distrito através do Programa Minha Casa Minha Vida;

- Também cobra e fiscaliza a implantação de políticas públicas na região da BR 163 junto à Prefeitura de Belterra tendo acompanhado a distribuição de do resultado da análise de solo feito nas comunidades feito pela SEMAGRI.

Amanheceu um novo dia

Bom dia amigos. Estou de volta com meu blog. Agora este espaço será de uso mais pessoal, porém vou continuar postando os acontecimentos da cidade de Belterra. Um abraço à todos.