domingo, 11 de setembro de 2011

Adeus, menina Aline!

Um comentário:

Marcus Pimentel disse...

Infelizmente por força da distancia não pude me despedir da minha querida prima e irmã Aline, uma pessoa impar e atenciosa, que fez durante sua vida uma legião de amigos e admiradores que nem a nossa familia imaginava ela ter. Jovem e sempre com seu sorriso caracteristico me abraçava todas as vezes que a encontrava em minhas visitas à Santarem. A familia perdeu parte da alegria (diria eu uma marca registrada) mas ganhou um anjo maravilhoso para nos iluminar e proteger. Aline eu sempre disse "te amo prima" e agora mais do que nunca vou dizer todas as vezes que lembrar de nossos momentos em familia.