segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Oitava viagem à São Paulo em 2010

Cheguei ontem de mais uma viagem à capital paulista. Dizem as más línguas que já virei paulistana.
Quando me procuram em Belterra já estou em São Paulo e vice versa. É um exagero, claro! Risos

Desembarquei por lá na sexta-feira, 29. Fui de Guarulhos direto para o hotel que ficava na Luiz Berrini, Bairro de Morumbi. Estava muito cansada depois de "algumas" horinhas de escalas e atrazos de voos.
Combinei de ir almoçar com um amigo da internet. Perigo? Não. É um belterrense, que mora em São Paulo há 30 anos e leitor assíduo do meu blog.
Mário Batista é o nome da figuraça que tive o prazer de encontrar pessoalmente. Ele me levou num restaurante que parece um pedacinho do nordeste, Feijão de Dois, às margens da Represa de Guarapiranga.
Quantas histórias ouvi! Desde os tempos de menino em Belterra, passando pelos anos de trabalho na Rádio Jovem Pan, a "militância" no PT, as visitas à Belterra e as peripécias da vida de um paraense na capital paulista.
Voltei para o hotel já no fim da tardinha após conhecer os "bebezinhos" do Mário.

No sábado, 30, participei do 2º dia do Seminário A Sociedade em Rede e o Teatro, promovido pela Vivo e com participação de grupos de teatro de vários cantos do país.
Estou lá representando o MOJOB - Movimento Jovem de Belterra que ainda não tem grupo de teatro mas que está na intenção de criar um movimento de artes cênicas por aqui.

Num post seguinte, conto minhas impressões do Seminário VivoEncena e desta idéia do MOJOB de criar o grupo de teatro em Belterra.

2 comentários:

Anônimo disse...

adorei conhecer vc. Mônica, és uma pessoa excepcional, aguerrida e com objetivo louvável, continue assim, nossa Belterra precisa de mais pessoas como vc.
Ahh, os bebes em questão, são dois cãeszinhos de estimação; o Lui e a MEL eu os amo de paixão.

Monica de Almeida disse...

Obrigada também. Vovê é uma pessoa fantástica.
Um abraço