quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Moradores da FLONA Tapajós conquistam concessão real de uso das terras

Os moradores da Floresta Nacional do Tapajós(FLONA), em Belterrra, vivenciaram um dia histórico no último sábado, 09 de outubro.
É que foi apresentado para as comunidades num grande evento que ocorreu em Piquiatuba o Contrato de Concessão de Direito Real de Uso da Floresta Nacional do Tapajós assinado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade e a Federação das Organizações e Comunidades Tradicionais da Floresta Nacional do Tapajós.
Após anos de luta, eles finalmente conseguiram o reconhecimento do Governo Federal para sua área de morada, garantindo a permanência das comunidades tradicionais no interior da unidade.
Um dos moradores mais empolgados no evento era Dico Tapajós. Ele é militante das causas comunitárias desde jovem e através de suas músicas expressa a preocupação com o uso sustentável dos recuros da floresta e com o futuro de seu povo.
Para comemorar a grande conquista ele compôs uma música. Confira:

CONCESSÃO REAL

Eu vou contar um pouquinho
Da história pra quem não ouviu
De um povo que há muitos anos
Vive na beira de um rio
Sempre viveu trabalhando
Mas derrepente surgiu
A criação de um decreto
Que quase os engoliu
Essa história se reflete
A tantas outras no Brasil

Até em 73
Que grande tranquilidade
Pois este povo sonhava
E abraçava a liberdade
Porém pra sua surpresa
E pra tentar calar sua voz
Foi criada a Floresta Nacional do Tapajós
Esse bendito decreto
Que o presidente assinou
Considerava a floresta
Mas o homem nao senhor!
E quem fez esta armadilha
Pra tentar arrancar as famílias
O caboclo nao deixou!

De 74 pra cá
Foi que começou a guerra
Quando veio o IBDF
Querendo ficar na terra
Proibindo o caboclo
De fazer o seu roçado
Deixando este povo
Cada vez mais humilhado
Este povo ribeirinho
Lutou com organização
E toda comunidade
Tem sua associação
E com a natureza viva
Temos a cooperativa
E nossa Federação

A vitória a gente sabe
Ela tarda mas não falha
Sabemos que a terra é
De quem vive e nela trabalha
Parabéns à todo povo
Pela concessão real
Uma vitória alcançada
No Congresso Nacional
Mas a luta continua
E ninguém vai ficar parado
Melhor mesmo é quando for
Por tempo indeterminado

Da Amazônia somos filhos
Dos primeiros descendentes
Por isso todos unidos
Para formarmos a corrente
Mulheres, jovens e homens
Pra lutar com confiança
Para defender a terra
O tesouro da criança

Num post adiante farei uma abordagem de todo o processo vivido na FLONA.

Um comentário:

Anônimo disse...

é agora tão cantando fazendo musica agora tudo pode esses governantes não pensam nas futuras gerações