terça-feira, 28 de setembro de 2010

Gravidez na adolescência pode matar

O caso da adolescente L.L.W de 16 anos é diferente. Ela já estava morando com o namorado quando engravidou. Garante que não estava planejado, muito menos preparada para ser mãe, mesmo assim prosseguiu com a gravidez. No acompanhamento descobriu ter anemia e tomou os devidos cuidados para prevenir problemas, como leucemia, hemorragia pós parto e complicações obstétricas. Contudo, seu filho nasceu prematuro e teve que fazer operação cesariana. “Imagina se eu não tivesse feito o pré natal. Poderia ter outros problemas no nascimento da minha filha”.

A cada ano cresce o número de adolescentes grávidas em Belterra, município do oeste paraense. Entre os meses de janeiro e julho de 2010 foram registrados 29 casos na cidade. A situação preocupa os pais, médicos, enfermeiros, assistentes sociais e membros do Conselho Tutelar. Assim como em todo o Brasil, a gravidez precoce é considerada um problema de saúde pública e a incidência ocorre principalmente nas famílias de baixo poder aquisitivo.

B.M.M. foi uma das adolescentes atendidas no setor de pré natal da Unidade Mista de Saúde. Ela engravidou quando tinha 13 anos, após se relacionar sem proteção com um colega de escola. Com medo de contar para os pais, a menina escondeu a gravidez até o sétimo mês. Quando sua mãe descobriu, tratou de encaminhá-la para a Unidade de Saúde, onde os procedimentos de acompanhamento foram iniciados. Segundo a uxiliar de enfermagem, Ana Célia Pimentel, neste caso o procedimento é chamado de pré natal tardio e aumenta os riscos de complicação no parto por não ter o acompanhamento no primeiro trimestre. É recomendado que sejam realizadas no mínimo seis consultas.

Para o médico obstetra Júlio César Imbiriba, uma adolescente não está preparada para ser mãe em virtude de seu desenvolvimento físico não estar completo. Todos os órgãos estão em fase de crescimento, inclusive o útero. Em muitos casos, ocorre desproporção feto maternal, quando o útero da mulher é pequeno e o feto é grande. Nesta situação, é necessária a indicação de uma cesariana para que não haja problemas. Outro risco citado pelo médico é o suporte hormonal insuficiente. A menina receberá hormônios para o seu crescimento e para o de uma criança, ficando desproporcional a quantidade necessária para organismo da gestante e causa por exemplo, fetos anormais, explica Júlio César.

No âmbito familiar, a notícia de ter uma filha grávida nem sempre é bem recebida, principalmente pelas mães. Valdelita Almeida conta que ficou muito triste ao descobrir a gravidez da filha de 15 anos. “Eu queria ver minha filha terminar a faculdade de medicina, que era o sonho dela. Agora vai ter que esperar”. Ela soube da gravidez da filha quando percebeu as mudanças no corpo da adolescente e ficou muito preocupada ao notar a ingenuidade da menina. “Eu acho que faltou mais conversa com minha filha, sobre uso da camisinha mesmo. Eu não queria ensinar pra ela não fazer. Acabou que ela fez e não tinha informação suficiente”.

Situações difíceis vivem as adolescentes que nem chegam a procurar cuidados médicos. O uso de medicamentos abortivos como o Citotec é muito comum entre as gestantes. Ana Célia diz que já atendeu muitas menores que precisam fazer curetagem para expelir os restos do feto que ficam no útero.

Seminário discute A sociedade em rede e o teatro

Estive em São Paulo no dia 25 de setembro participando do 1º Seminário A sociedade em rede e o teatro. Fui lá à convite do Instituto Vivo para representar o Movimento Jovem de Belterra(MOJOB).
Foi uma oportunidade bacana de conhecer o mundo das artes cênicas no intuito de replicar a ideia e criar um grupo de teatro em Belterra.
Além disso, conheci um monte de gente que já está nesta área há mais tempo e que podem trocar informações conosco. Na verdade este é a grande contribuição do Seminário: discutir o papel da sociedade em rede e o teatro.
O Seminário ocorrerá até o mês de dezembro e os encontros serão mensais. Voltarei por lá no dia 30 de outubro, 27 de novembro e 19 de dezembro.
A iniciativa tem como objetivo promover o compartilhamento de experiências, bem como estimular a discussão e disseminação de projetos voltados à prática do teatro como meio de educação – desde a formação do público até a criação de condições para que cada comunidade das mais diversas regiões possa ser revitalizada culturalmente.
Vamos aproveitar as oportunidades para fazer de Belterra uma cidade desenvolvida em todos os aspectos, especialmente na cultura.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Prefeitura de Belterra realiza Congresso da Cidadania

Mesa de abertura do Congresso preisdida pelo prefeito Pastana
Na mesa: José Nicanor(gito), Toninha do CredPará, Pref. Pastana, Raimundinha da UFOPA, Irlanda do FMS e Pde. Auricélio.
Público presente na abertura do CC
Antonia, Nataleuza e Mônica: representantes da juventude
Com meu amigo indígena Roberto Mundurucu

domingo, 12 de setembro de 2010

Jovens de Belterra produzem documentário Filhos da Amazônia

A produção audiovisual tem sido uma das atividades desenvolvidas pelos jovens do Telecentro de Belterra. Durante três anos de existência, os integrantes do Grupo de Vídeo Participativo já produziram oito documentários que destacam temas importantes. É o caso do documentário Gravidez na Adolescência que faz uma abordagem sobre as causas deste problema social e também já produziram película sobe o êxodo rural dos jovens que saem de suas terras para estudarem na cidade.
O documentário a seguir foi idealizado pelos jovens: Natalino Santos, Percivaldo Anjos, Nataleuza Sousa e Mizael Santos e teve a colaboração dos estagiários do Projeto Saúde e Alegria.

Jornal A Corrente é relançado em Belterra

Um coquetel reuniu intelectuais, autoridades e diversas pernsonalidade de Belterra e até da região para relançamento do Jornal A Corrente que volta à circulação após cinco anos de paralização. O evento foi realizado no sábado, dia 11 de setembro, à bordo da piscina da pousada Juvência.
A diretor do jornal, Sérgio Gaia, apresentou a nova equipe do jornal entre os quais o ex-administrador de Belterra: Chardival Moura Pantoja que será o editor do quinzenário, o professor doutor da Ufopa: Edivaldo Bernardo, responsável pelos artigos, o assessor jurídico do jornal Isaac Pinto e os colunistas do Jornal: Ezequias Borges, Laudene Santos, Frank Pantoja, Laura Chagas, Ednaldo Soares e Eduardo Paiva.
Segundo Chardival Pantoja, o jornal é o mais antigo veículo escrito de comunicação de massa de Belterra que surgiu na década de 70. Em 2000 o jornal voltou a ativa e funcionou até 2005.
O jornal A corrente terá 12 páginas, com colunas de esporte, cultura, social, turismo e circulará a cada quinze dias.

São Raimundo está fora da Série C

O Águia de Marabá venceu o São Raimundo por 2 a 0, gols do lateral-direito Vander e do atacante Torrô, na partida ocorrida ontem (11) no estádio Colosso do Tapajós.

Com o resultado, o Azulão continua com chances de classificação à próxima fase do Campeonato Brasileiro da Série C, enquanto que o Pantera foi rebaixado para a Série D de 2011, onde foi campeão, em 2009.

Jogo foi muito corrido.

Na base da vontade, mas sem objetividade, o São Raimundo quase abre o placar no 1º tempo. O lateral-direito Ceará tentou encobrir o goleiro Alan, mas a bola tocou na trave.

Até que o Águia reagiu, precisando da vitória para seguir em frente na Série C. Vander chutou a primeira vez. Labilá defendeu. No segundo lance, o lateral do Azulão não titubeou: 1 a 0 para os marabaenses.

Percebendo os erros da sua equipe, o técnico Sebastião Rocha sacou Michel para a entrada de mais um atacante, Branco. Michel saiu irritado, tirou o uniforme no meio do campo e recebeu cartão amarelo.

E se a fase não é boa… Labilá, um dos grandes goleiros do futebol paraense, falhou feio, e os aguianos quase marcam o segundo no embate. Contudo, o alvinegro conseguiu segurar o placar, visando uma melhora no segundo tempo.

O 2º gol do Águia foi marcado no 2º tempo, aos 22 minutos, através do Torrô.

sábado, 11 de setembro de 2010

A cidade americana da Amazônia, Belterra

Pesquisando sobre Belterra na internet, encontrei estas fotos do fotógrafo Adilson Moralez. Elas datam do ano de 2005 quando ainda existia o Salão Paroquial em madeira, a Igreja Batista ainda estava em funcionamento, a Vila Operária ainda estava sem asfalto, além de outras mudanças pelas quais Belterra passou.
Publico aqui para todos conhecerem ou relembrarem como era nossa cidade há cinco anos atrás.Casas da Vila Operária
Seringueiro solitário no meio da Praça Brasil, simboliza a bravura destes guerreiros
Casas da Vila Operária
Caixa D'agua da Estrada Um
Igreja Matriz de Santo Antonio
Igreja Batista
Casas da Vila Mensalista
Hidrante
Antigo Salão Paroquial de Santo Antônio
Casa Um, preparada para ser a residência do milionário Henry Ford

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Casamento marcado

No próximo dia 18, trocam alianças os jovens belterrenses Ronilson e Carla. A cerimônia e recepção acontecem no salão do Atlético Belterra Clube.
O Ronilson é meu amigo de longa data e um autodidata da área de tecnologia.
Parabéns aos noivos!!!

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Encontro reúne blogueiros do Oeste do Pará

Participei na semana passada do 1º Encontro da Blogosfera do Oeste do Pará. Falei um pouquinho da experiência de blogueira de Belterra e da importância dos blogs na realidade atual.
Coloco aqui um texto publicado na Rede Mocoronga sobre o Encontro e as perpectivas de futuro da conexão dos blogueiros do Oeste paraense.

Do Blog da Rede Mocoronga


Aconteceu na quinta-feira, 02, como parte da programação do FASOL – Fórum Amazônico de Software Livre, o 1o Encontro da Blogosfera Santarena, reunindo cerca de 40 pessoas, entre blogueiros profissionais e iniciantes. O encontro foi organizado pelo Pontão de Cultura Digital do Tapajós, capitaneado pelo Projeto Puraqué e Projeto Saúde e Alegria.

A Blogosfera é o termo coletivo que compreende todos os weblogs (ou blogs) como uma comunidade ou rede social na internet, sendo que a proposta do encontro foi discutir formas para fortalecer o movimento dos blogueiros de Santarém e região, interconectando os blogs em uma rede social.

Na ocasião estavam presentes profissionais da imprensa que utilizam o blog como uma de suas principais ferramentas de trabalho, como é o caso do jornalista Jeso Carneiro, que mantém o blog mais visitado da região e se tornou referência para outros profissionais. Havia também aqueles que mantém blogs apenas com o interesse de entretenimento, ou mesmo como uma agenda pessoal, o que está cada vez mais fazendo parte do universo da comunicação na era digital. Também tinham os blogs temáticos, isto é, aqueles que se dedicam a um determinado assunto, como o próprio ramo da informática, ou ligados à cultura. Alguns jovens indígenas da tripo Wai-Wai também apresentaram suas aventuras na área da informática e seus primeiros passos na utilização dos blogs para divulgar sua cultura.

Destacaram-se também as experiências de Blogs colaborativos que promovem a interação entre escolas, bairros e comunidades, como no exemplo da rede de blogs dos núcleos de informática educativa da Secretaria Municipal de Educação, e o Blog da Rede Mocoronga que integra conteúdos de diversas comunidades ribeirinhas que dispõe de acesso à internet.

O mais importante no encontro foi perceber que o movimento já é forte na região e que a integração possibilitará expandir e difundir o uso dos blogs como ferramentas de comunicação democrática. O tom da conversa, aliás, esteve muito ligado às possibilidades de promover a valorização da diversidade cultural da região, de permitir espaço para divulgação de temas de relevância que muitas vezes são ignorados ou deturpados pela grande imprensa. Os blogs permitem muito mais do que postar uma notícia ou informação, permitem a interatividade e o debate aberto sobre questões de interesse das pessoas e seus grupos socais.

A participação de ativistas de software livre de outras regiões do país, aprofundou o debate para o campo não apenas do uso dos blogs, mas para entender o que está por trás das ferramentas, ou como as pessoas podem também aprender a programar os sistemas. Linguagens complicadas, termos técnicos da área não são bichos de sete cabeças, mas podem ser encarados até como poesia, arriscou um dos participantes.

A reunião resultou em muitas propostas, algumas já serão implementadas a curto prazo. Será criada uma plataforma livre para integrar os conteúdos de todos os blogs interessados em compartilhar suas informações. Uma reunião agendada para o dia 05, já vai detalhar estratégias que incluem até como ensinar programação (linguagem de software dos computadores) para crianças nas escolas, visando plantar sementes que podem germinar e fazer crescer uma nova forma de desenvolvimento da região, pautada no conhecimento e na tecnologia. Porque não sonhar alto?

Vivo On faz sucesso entre a juventude belterrense

A nova promoção da Vivo está dando o que falar em Belterra. É um pacote que se chama Vivo-On.
Basta se cadastrar na promoção, colocar uma recarga de R$ 25,00 e acessar à vontade.
A empresa garante acesso ilimitado às redes sociais durante quase um mês. Mas fazendo os testes, meu amigo Gabriel Coêlho contou que o acesso também é ilimitado para outros sites como a wikipedia, o google e o globo.com.
Um outro amigo meu, o Ronilson Santos, me contou que tirando o chip e colocando no modem, o acesso fica mais fácil e bem melhor do que no celular. Dá inclusive de fazer downloads pequenos.
Quem diria ein: Internet móvel em Belterra por R$ 25,00 durante um mês?

Eleições 2010: Campanha em Belterra começou

Demorou para o clima da campanha esquentar em Belterra. Os partidos com representação em Belterra começam a se movimentar para sairem à caça dos votos belterrenses para seus candidatos.
O PT, PSB, PDT, PCdoB, PSC, PP e PRB apoiam a coligação Acelera Pará e fazem campanha para Dilma, Ana Júlia, Paulo Rocha e seus candidatos a deputados estaduais e federais.
O PMDB sai sozinho e apoia a candidatura dos candidatos do partido, Domingos Juvenil, Jader Barbalho e seus candidatos para a Assembléia Legislativa e Camara Federal.
O PSDB e o DEM apoiam a coligação Juntos pelo Povo que tem como candidatos José Serra, Simão Jatene e Flexa Ribeiro, seguido de seus candidatos a deputados federais e estaduais.

Desfiles das escolas marcam a Semana da Pátria

As comemorações da independência do Brasil estão ocorrendo em Belterra desde o dia 1º de setembro. A Secretaria Municipal de Educação(Semed) é a responsável pela programação e organizou desfiles alusivos a Semana da Pátria pelas escolas em todos os distritos do município.
No distrito sede, a Semed definiu que os desfiles ocorrem nos dias 5 e 7 de Setembro na Estrada Um, em frente à Praça Brasil, sempre à tarde a partir das 17h quando sol está mais ameno.
No dia 5, as escolas que se apresentaram foram: Escola Sonho Infantil, Escola de Educação Infantil Frei Osmundo, Escola de Ensino Fudamental Eny Ataíde, Escola de Ensino Fundamental Manoel Garcia de Paiva e a Escola de Ensino Fundamental Darcy Vargas.
As demais escolas da zona urbana de Belterra irão desfilar no dia 7 de Setembro.

Banda Intercolegial de Belterra fafzendo a marcação para os desfiles
Alunos da Escola Frei Osmundo desfilando

Nova diretoria do STTRB é empossada

Mais de 500 trabalhadores rurais do município de Belterra compareceram à festa de posse da nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Belterra(STTRB) que ocorreu no dia 28 de Agosto de 2010 na sede do STTRB na Rua Piacá. O evento iniciou às 9h com um culto ecumênico em ação de graças pela vitória da chapa Unir para Produzir na eleição que ocorreu no mês de julho.
Na sequência os participantes se reuniram para definir as pessoas que serão responsáveis pelos encaminhamentos previdenciários para o INSS e eleger seus representantes para o Congresso da Cidadania de Belterra.
A surpresa foi a chegada da governadora e candidata à reeleição Ana Júlia Carepa e sua comitiva. A presidente do STTRB, Raimunda Lúcia, agradeceu a presença da governadora e falou da felicidade de receber os cumprimentos da maior autoridade do Pará na sua festa de posse.
Ana Júlia na sua fala destacou a importância da organização sindical, onde ela começou sua carreira política e parabenizou a vitória da nova diretoria do Sindicato.
A festa continuou com churrascada, forró e gincana entre os agricultores familares.
Sra. Raimunda Lúcia agradecendo a presença da governadora Ana Júlia
Ana Júlia destacando a importancia das organizações sociais
Ana Júlia cumprimenta a presidente do Sindicato pela vitória na eleição

Santarém sediou Fórum Amazônico de Software Livre

Por Jansen Sena.

Distante quase 1000 km da capital do estado do Pará, Santarém, uma pequena e calorosa cidade localizada na região do Médio Amazonas, abrigou o FASOL 2.0 (Fórum Amazônico de Software Livre) na primeira semana de setembro. Conhecida como “Peróla do Tapajós”, a cidade presencia o mágico encontro das águas barrentas e verdes dos rios Amazonas e Tapajós, respectivamente, e esbanja uma beleza natural única o que lhe confere o título de “Caribe Brasileiro“. Mais interessante é notar que a cidade tem criado nos últimos anos um clima favorável e de sucesso para associar sua beleza natural a um ambiente colaborativo de compartilhamento do conhecimento por meio do software livre.

A cada ano, a comunidade de software livre de Santarém tem aumentado, amadurecido e evoluído consideravelmente. O próprio FASOL 2.0 é uma prova viva da força desses aguerridos guerreiros do software livre. Esse ano, tive a oportunidade de estar novamente na cidade para participar do evento. Ministrei dois mini-cursos: um de shell script e outro de configuração de servidor de emails com software livre; e ainda apresentei a palestra “Software Livre: Quais São os Nossos Desafios?”, todos no último dia.

Palestrantes e organizadores do FASOL 2010.

O evento contou com outros palestrantes nacionais e locais que abordaram temas técnicos e outros relacionados à inclusão digital e ao movimento de software livre, por exemplo. Dentre os palestrantes estiveram presentes a Prof. Dra. Fátima Conti (Universidade Federal do Pará), João Fernando (Revista Espírito Livre), Daniel Bruno (Projeto Fedora Brasil), Jader Gama (Projeto Puraqué), Wilken Sanches (Coletivo Digital), Enoque Calvino (UFOPA), Carlo Seixas (Futura Ubuntu), Rommel Sousa (Comunidade SOL e Ministério Público do Amazonas), Paulo Lima (Projeto Saúde & Alegria), dentre outros. Mini-cursos técnicos de assuntos variados também estiveram presentes na grade de programação do FASOL. Um deles, conduzido por Rommel Sousa, da Comunidade SOL Software Livre e do Ministério Público do Amazonas, sobre edição de vídeos com software livre, produziu como resultado prático um pequeno documentário sobre o próprio evento utilizando imagens gravadas ao longo da semana em que o FASOL foi realizado. O vídeo, exibido na sessão de encerramento, pode ser assistido AQUI.

Uma das coisas mais interessantes do evento foi a ampla participação de crianças das escolas públicas ao longo do dia para realizarem atividades nos mais de 250 computadores instalados com software livre e acesso à Internet para essa finalidade. Inclusão digital na prática!!!

Enfim, Santarém e toda sua comunidade de software livre estão, novamente, de parabéns! Ficarão boas lembranças desses dias de setembro de 2010.