segunda-feira, 19 de julho de 2010

Chapa 1 vence nova eleição do STTRB

Domingo à noite deu-se um fim ao impasse pelo qual o que o Sindicato dos Trabalhadores Rurais vinha passando nos últimos oito meses.
Com 942 votos, a Chapa Um venceu novamente as eleições do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Belterra. Encabeçada pela Sra. Raimunda Lúcia Lira de Sousa a Chapa Unir para Produzir derrotou a Chapa 2 denominada Unidos pela mudança que obeteve apenas 361 votos.
A eleição começou às 09 horas da manhã, coordenada pela Comissão Eleitoral(foto), e aconteceu em 08(oito) urnas espalhadas pelos diversos distritos de Belterra seguindo o Regimento Interno e o Acordo Judicial homologado entre as partes na Justiça do Trabalho.
Ficando assim os resultados:
Chapa Um: 942 votos
Chapa Dois: 361 votos
Brancos: 16 votos
Nulos: 56 votos
Total de eleitores: 1374
O resultado foi proclamado pela Comissão Eleitoral às 21 horas com o acompanhamento de representantes do Ministério Público do Trabalho e da 1ª Vara da Justiça do Trabalho.
Entenda o caso:
- No dia 15 de novembro de 2009 ocorreu a Assembléia Eleitoral do STRB. Nela foi eleita a Chapa Um, Unir para produzir tendo como presidente a Sra. Raimunda Lúcia. Assumindo esta no mesmo dia a direção do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.
- Na manhã do dia 16 de novembro, os titulares da Chapa 2, Srs. Adailton Santana e Moisés Cristino entraram com pedido de impugnação da eleição na 1ª Vara da Justiça do Trabalho tendo como advogado o Sr. Oto Santos. Eles alegaram irregularidades na eleição do Sindicato.
- Em 07 de abril ocorreu a audiência, quando foi assinado um Acordo Judicial entre as duas Chapas que determinava a anulação da eleição do Sindicato de 15/11/2009. A foi não ter cumprido o item do Esatuto que trata dos prazos para convocação de eleições. É obrigatório que seja 60 dias e a eleição ocorreu com 58 dias. O Acordo também criava uma Junta Provisória para administrar o STR e convocava novas eleições para 18 de julho de 2010.
- No dia 11 de abril, a FETAGRI - Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Pará realizou uma plenária com os trabalhadores rurais para explicar a situação do Sindicato. Nela compareceram mais de 500 associados e a decisão foi acampar na sede do STR aguardando nova decisão da Justiça do Trabalho que garantissem a continuidade dos trabalhos da diretoria já eleita.
- O acampamento seguiu animado, tendo a participação diária de mais de 100 associados contabilizando mais de 600 participantes até o dia 28.
- O dia 28 de Abril iniciou com a chegada dos integrantes da Chapa 2, a Polícia Federal e representantes do Ministério Público do Trabalho que arrombaram a sede do Sindicato, trocaram cadeados e deram ordem para que a Junta Provisória começassem à trabalhar. Terminava ali o Manifesto.
- Em 16 de maio ocorreu a Assembléia Geral para eleger a Comissão Eleitoral. Foram eleitos os Srs. Maria Irlanda de Almeida, Francisca Auricélia Nunes e Edneldo Freitas que a partir daquele omento eram os responsáveis pela condução das novas eleições.

Um comentário:

Juscelino Ferreira disse...

E por falar em sindicato, como está a questão da falta d'água em Belterra? Se você tiver alguma informação sobre o assunto, coloque no blog ou mande para jussferreira03@gmail.com