Mais de 100 trabalhadores rurais do município de Belterra continuam acampados na sede do seu sindicato. O protesto inicou ontem, com a Plenária organizada pela FETAGRI - Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Pará. O objetivo é contestar a decisão da 1ª vara da Justiça do trabalho que cancelou a eleição do Sindicato e instalou uma junta administrativa para coordenar as atividades do Sindicato até a realização de novas eleições no mês de julho. A junta provisória é composta pelos presidentes e vice-presidentes das duas chapas que concorreram no último pleito.

Segundo o Sr. Neilton Miranda, delegado sindical da comunidade de São Jorge na BR 163, os prejuízos causados com a decisão são grandes. “O Sindicato ficará sem direção oficial e com isso serão paralisadas todas as atividades do STR como o atendimento previdenciário e outras já marcadas”.

Na manhã desta segunda-feira, os membros da junta provisória foram impedidos de abrirem as portas do Sindicato. A Senhora Juracy Peres, associada do sindicato na delegacia da Estrada um, nos informou que uma das revoltas é que dois dos integrantes da junta provisória não foram eleitos e que não há motivos para assumirem a direção do Sindicato.

O pedido de impugnação da eleição foi movida pelos Senhores Adailton Santana e Moisés Cristino, derrotados na ultima eleição do sindicato que ocorreu em novembro e que integram a junta provisória.