Retirado do Blog do Mizael

Autor: Edmundo Baía

Cidade bela e querida…

Terra das seringueiras e das mangueiras,

Das loiras e das morenas faceiras;

Bela terra que encanta que acalanta,

Que abraça que ama.

Sou eu um simples mortal que chorando declama:

juro que te amo!!!

Ao agradecerlhe pelo acolhimento,

Pelos amigos e amigas que tenho em teu berço de alegria;

Adoro-te, oh, terra abençoada,

Sou um dos teus filhos por genealogia.

Santo Antônio de Pádua teu Padroeiro,

São Jorge teu protetor;

Santa Luzia te guarda, com muita paz e muito amor.

És bela por natureza, tens muita beleza…

As iaras que encantam,

As praias resplandecentes, serenas nas águas azuais do Tapajós.

Que dominam o coração e a mente.

Tua gente hospitaleira,

Agregadora e bondosa,

Neste teu 76° Aniversário,

Ganhas o título de “Cidade extraordinária”