terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Marta: "O futebol feminino está a começar a ser uma realidade"

Sou fã da marta desde minha viagem em 2008 para a Suécia. Assisti lá, a final da Copa Européia de futebol feminino, que se dava entre o Umea IK da Suécia(time da Marta) e o Frankfurt da Alemanha. O jogo termnou empate mas me deixou apaixonada pelas jogadas da Marta. Desde então acompanho a carreira dela e a cada dia me surpreendo com tamanho profissionalismo. Fiquei emocianada ontem, quando vi pela TV, a tranmissão da premiação na qual Marta ganhou pela quarta vez consecutiva, o premio de melhor jogadora de futebol do mundo. Acompanhem a matéria publicada no site O jogo.

A brasileira Marta, que foi ontem eleita a melhor jogadora do ano pela FIFA, pela quarta vez consecutiva, mostrou-se muito emocionada com a distinção.

“No dia em que eu parar de me emocionar não vou mais sentir prazer em jogar futebol. Eu quero continuar assim, porque faço o que amo”, afirmou Marta, com o troféu nas mãos.

A jogadora encontra-se de férias, e por isso ela vai voltar para o Brasil para estar ao lado da família nesta época festiva. Mas em janeiro, Marta viaja para a Suécia, onde despontou para o futebol mundial.

Ao receber o prémio a brasileira não se esqueceu de agradecer ao Los Angeles Sol, equipa da Liga profissional americana, e ao Santos, onde teve uma curta e bem sucedida passagem no fim de 2009.

“Foi rápido, mas muito positivo para o futebol feminino no Brasil. A Taça Libertadores também foi um grande passo, que dará frutos com o Mundial de Clubes no feminino também. Faltou ser campeã nos EUA, mas não posso me queixar de 2009”, disse a vencedora.

Com apenas 23 anos, Marta sabe o que quer: “O futebol feminino está a começar a ser uma realidade e espero que continue nesse momento maravilhoso, e que não pare por aqui. Quero ajudar os clubes a encontrar patrocínios e desenvolver o futebol feminino, para que mais e mais pessoas se possam interessar pela modalidade. Temos um grande futuro pela frente”.

Marta foi eleita a melhor do mundo em 2009 com 833 pontos, 543 a mais do que a segunda colocada, a alemã Birgit Prinz. A brasileira Cristiane terminou em quarto lugar, com 239 pontos, ficando ainda atrás da inglesa Kelly Smith, com 252.

Nenhum comentário: