segunda-feira, 30 de março de 2009

Estudantes debatem mudanças climáticas

Entre 3 e 8 de abril, estudantes de todo o País participarão do evento final da III Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente - Vamos Cuidar do Brasil, em Luziânia, Goiás. Crianças e jovens discutirão as mudanças ambientais globais e alternativas para a sustentabilidade do planeta. A Conferência teve início em 2008, desencadeando um processo de mobilização de mais de 3,5 milhões de pessoas no Brasil.

"Os jovens e as crianças não vivem no futuro, eles vivem o agora. E nós precisamos dessas mudanças de atitude em relação ao ambiente para agora. Além disso, os jovens são muito mais abertos a mudanças, principalmente as radicais. Sabemos que as consequências serão nefastas para as crianças, quando observamos o aumento das doenças e a escassez de água. São sempre as crianças as maiores vítimas e é com elas que contamos para realizar as mudanças societárias", afirma Rachel Trajber, coordenadora-geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação.

A Conferência, promovida pelos Ministérios da Educação e do Meio Ambiente, tem como proposta fortalecer a educação ambiental nos sistemas de ensino com o envolvimento da escola na construção de políticas públicas. O evento vai reunir cerca de mil pessoas e vai contar com a presença de 670 delegados/as entre 11 e 14 anos, além de 81 facilitadores de Coletivos Jovens de Meio Ambiente, 126 educadores e gestores estaduais, e 70 observadores internacionais de 43 países.

A primeira edição da CNIJMA foi em 2003, envolvendo 15.452 escolas e mobilizando 5.658.877 pessoas em 3.461 municípios. A segunda conferência, em 2005/2006, foi realizada em 11.475 escolas e comunidades, totalizando 3.801.055 pessoas em 2.865 municípios. "Esses eventos constituem praticamente uma revolução no âmbito da educação ambiental. Na verdade, é um pretexto pedagógico para podermos discutir essas questões ambientais contemporâneas", ressalta a coordenadora.

Um dos frutos da Conferência é a criação Comissão de Meio Ambiente e Qualidade de Vida (COM-VIDA), que já está sendo implementada em algumas escolas. O principal papel da COM-VIDA é contribuir para um dia-a-dia participativo, democrático, animado e saudável na escola, promovendo o intercâmbio entre a escola e a comunidade. "A educação ambiental deve estar inserida em todas as disciplinas e não somente como uma disciplina na grade curricular. É preciso criar espaços de discussão para que a escola se torne produtora de conhecimento e não apenas reprodutora. Com a COM-VIDA, cria-se um espaço estruturante, em que alunos, professores, funcionários e sociedade discutem os problemas ambientais", explica.

Um material didático voltado a esse público específico também foi produzido com os seguintes objetivos: contribuir para a melhoria do desempenho das escolas com base nos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB); incentivar a inclusão da problemática sócio-ambiental e da sustentabilidade no Plano Político-Pedagógico; fortalecer o papel da escola na construção de políticas públicas de educação e de meio ambiente.

Durante a Conferência, os estudantes abordarão temas que relacionam os quatro elementos - terra, água, fogo e ar - com os problemas contemporâneos que afetam os sistemas naturais e as populações humanas em todo o planeta. E cada um inclui o debate sobre ações e medidas sustentáveis, como políticas mitigadoras, adaptativas, preventivas e transformadoras.

No final do encontro, os participantes realizarão uma caminhada pela Esplanada dos Ministérios para apresentar as propostas discutidas durante a conferência. Ao final da caminhada, a Carta das Responsabilidades para o enfrentamento das Mudanças Ambientais Globais será entregue as autoridades no Teatro Nacional. Para o encerramento, foram convidados o presidente da República, os ministros da Educação, Fernando Haddad, e do Meio Ambiente, Carlos Minc.

Em 2010, o Brasil sediará a Conferência Internacional Infanto-Juvenil - Vamos Cuidar do Planeta, com a participação de jovens delegados de todo o mundo. O evento final está previsto para acontecer em junho de 2010, em Brasília.

Fonte: Adital

Nenhum comentário: